Fraunhofer Portugal cria plataforma que permite ensinar crianças a programar

2018-06-29

Uma equipa de investigadores do centro de investigação Fraunhofer Portugal AICOS (FhP-AICOS) criou uma plataforma destinada a promover a educação tecnológica de crianças e jovens com idades compreendidas entre os 10 e os 14 anos, em contextos com poucos recursos tecnológicos. A solução nasceu durante a maratona de programação tecnológica Hack for Good, promovida pela Fundação Calouste Gulbenkian, que se realizou em maio, no Palácio dos Correios, no Porto.

A plataforma tem o nome de LitMaker e consiste num kit de “faça você mesmo” composto por uma aplicação para smartphones e um conjunto de sensores sem fios e de baixo custo que tem como objetivo “aliar a criatividade ao pensamento lógico, promover o sentido de causa e consequência e a curiosidade pelas ciências da computação desde tenra idade”.

A ideia surgiu após o contacto com parceiros africanos no âmbito do trabalho realizado no FhP-AICOS, onde a equipa constatou uma desproporcionalidade entre o número de crianças e os recursos tecnológicos (in)disponíveis nas escolas.

Por outro lado, os smartphones são cada vez mais o primeiro contacto com tecnologia que estas crianças têm. Tendo em mente este problema, a equipa decidiu criar uma solução para melhorar o acesso às tecnologias de informação, e combater a baixa literacia tecnológica desde cedo.

A solução, que arrecadou o terceiro prémio do Hack for Good, será desenvolvida durante os próximos meses num programa de mentoria, ainda dentro do âmbito do concurso.

 

Fonte: O Jornal Económico

Ver notícias

Serviços AHK